domingo, 27 de setembro de 2009

O suéter


Aconteceu-me ganhar um suéter. Até aí tudo parece simples. Mas não é. Quem me mandou o suéter foi uma moça que não conheço. Sei por intermédio de um amigo comum, que a moça desenha extraordinariamente bem. Mora em São Paulo. Quando esteve no Rio almoçou com nosso amigo. Estava com um suéter tão bonito que meu amigo achou que ficaria bem em mim e encomendou um exatamente igual ao dela. Aconteceu, porém, que a moça é minha leitora - ou estou enganada? - e quando soube para quem era o presente fez questão de ser ela própria a dá-lo a mim. O amigo aceitou.
E eis-me dona de repente do suéter mais bonito que os homens da terra já criaram. É de um vermelho-luz e parece captar tudo o que é bom para ele e para mim. Esta é a sua alma: a cor. Estou escrevendo antes de sair de casa, e com o suéter. Aliada à sua cor de flama e chama, ele me foi dado com tanto carinho que me envolve toda e tira qualquer frio de quem se sinta solitária. É uma carícia de grande amizade. Hoje vou sair com ele pela primeira vez. Está ligeiramente justo demais, porém é possível que assim deva ser: admitindo como gloriosa a condição feminina. Terminada esta nota vou me perfumar com um perfume que é meu segredo: gosto de coisas secretas. E estarei pronta para enfrentar o frio não só o real como os outros. Sou uma mulher a mais.
A Descoberta do Mundo
Clarice Lispector


15 comentários:

Nina disse...

Lindo texto.

Bjs!

Cristiane disse...

Oi Marico,
Tô morrendo de rir aqui. Fui lendo o seu post e bem achando que quem tinha ganhado o sueter vermelho era vc.
No final que fui ver que é um trecho do livro da Clarice Linspector.
Será que esses pontinhos na agulha é o suéter???
Adorei a cor.
Bjos.

Anônimo disse...

Nossa,Marico, comecei lendo achando que era uma historia pessoal sua...mas deve ser isso que esse livro da Clarice nos passa ao ler...mais um livro para agendar na minha lista:
A Hospedeira
Irma Bolenna
Ema
Bom,todos da Jane Austem,porque por enquanto só li "Orgulho e Preconceito" e amei!
E o que sera que vem nas agulhas...
Bjs,Tânia.

Regina disse...

Marico esse seu sueter vai ser o mais bonito de todos. Tricotado com inspiração em Clarice Lispector, mal posso esperar pra ver. bjsss

Judy disse...

Que gostoso ler este texto!

Clarice é grande, Clarice é misteriosa... como este novo projeto.

Bjs

disse...

Que lindo!! adorei essa postagem:)
bjinhos

Andréa disse...

Ai que lindo!
Fiquei arrepiada aqui.
Obrigada pelo lindo texto.
Beijos Marico.

Marico disse...

Cristiane, eu não escreveria tão bem como Clarice Lispector, mas me identifiquei muito com esse texto maravilhoso. Não é um suéter que está nas agulhas, é um bolero.

Tânia, Clarice é uma escritora fantástica vale a pena conhecer sua obra. Quanto aos outros livros, só li Orgulho e Preconceito, duas vezes! Adoro Jane Austen.

Fico feliz que tenham gostado do texto, queria dividir com vocês.
Obrigada!

Renata S. P. disse...

Oi Marico!
Eu adoro Clarice Lispector.

Tem 3 passagens dela as quais sou apaixonada. Acho que as duas me definem bem como pessoa e a 3° é o que chamo de "conselho para todas as pessoas".

1.
"Sou como você me vê.
Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania,
Depende de quando e como você me vê passar."

2.
"É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo."

3.
"Renda-se, como eu me rendi. Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei. Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento."


Beijos!

Márcia disse...

Marico, um dia pretendo entender tudo q essa mulher escreveu! Tenho alguns livros que não consegui passar das dez primeiras páginas, mas tem um que quero comprar porque me identifiquei com um texto de lá. Gostei muito desse trecho. Esse livro parece ser bom e de fácil compreensão, né? Porque acho Clarice muito difícil de se ler mas sei que é uma obra prima! E que venha mais trabalho lindo! Um beijão!

Tricô da Minie disse...

Oi Marico!
Adorei o texto! Gosto muito de literatura.
Tenho certeza que o seu bolero ficará encantador.
Taí duas coisas que não consigo fazer juntas: tricotar e ler um livro. Acho que é a ansiedade em ver e saber o final da obra, respectivamente.
Bjs, Boa semana!

Adriana disse...

Li o texto bem rápido e fui logo rolando a barra pronta pra ver uma foto sua com o sueter....kkkkkk.
Aí voltei e li tudo de novo com mais calma rsss.
Beijos e linda semana.

Fernanda disse...

Oi!
Que delícia o texto da Clarice.
E que lindos os seus trabalhos, Marico, sou uma de suas fãs!

beijos

Claudia disse...

Lindo post! :)
beijo

Rebeca disse...

simplesmente perfeito!
nao conhecia este texto da Clarice,adorei!!!
bjs!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails